quinta-feira, 25 de junho de 2015

Adeus.
Ah, Deus.
acolha-me melhor que este mundo por favor, pois daqui não me sinto mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário