quinta-feira, 25 de junho de 2015

Eu só voltei para dizer adeus, pois você disse para voltar quando estivesse melhor. E eu sei que nunca estarei melhor. É uma verdade absoluta, é a minha mente lutando contra a vida. Nós não pertencemos a ninguém e eu não consigo conviver com isso, saber que tenho que te deixar ser livre. Eu sei que é egoísmo meu, mas todas as vezes que fiz o certo você se aconchegou no toque de outra pessoa, enquanto eu me culpava achando que estava te fazendo sofrer - quando eu é que estava sofrendo.
Você me mutila mentalmente e no final diz que está tudo bem.
Eu quero minha vida de volta apesar de sempre querer voltar para a vida que eu tinha ao seu lado.
Não é a rotina turbulenta, a ausência, a falta de palavras. É a permissão de ser feliz sem mim em nenhum momento. Porque os nossos momentos, esses são passageiros, e você sempre consegue superá-los procurando quem você procura.
Não é egoísmo. Não. É só... cansaço.
Nem mesmo consigo te dizer adeus, apesar de sentir que preciso fazê-lo urgentemente.
É egoísmo meu, sofrer mas querer continuar sofrendo ao seu lado?
Estou aqui, tenho tanta coisa para fazer, e estou escrevendo sobre você.
Isso me torna egoísta?
Pare de negligenciar meu amor e dizer que 'está tudo bem'.
Esto te dizendo adeus, mas quero que você me procure, pois seria egoísmo meu te procurar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário