quinta-feira, 25 de junho de 2015

Te amar é como uma doença que me necrosa de dentro para mais fundo ainda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário